Igor Drudi

Drudi,  founder da DRIN Inovação e diretor de inovação da ABRH-SC, estrategista de negócios de impacto já tendo atendido nos últimos 10 anos empresas como Petrobras, Facebook, Resultados Digitais e Intelbras. Designer com mestrado em desenvolvimento socioeconômico, traz na bagagem a experiencia de desenvolvimento de negócios, produtos e serviços centrados no consumidor e no resultado.

Professor de pós graduação em disciplinas de inovação, estratégia, cultura organizaiconal e criatividade em diversas instituições pelo Brasil, já ministrando workshops, aulas e palestras nestas temáticas para grandes audiencias pelo Brasil

  • • Futuro do trabalho e trabalho do futuro..
  • • Carreiras do futuro...
  • • Serendipitia: como ser criativo no dia a dia

Era agrícola, era industrial e era diigital. Por mais que possamos acreditar que estamos completamente na era digital, ainda existe muito resquício da era agrícola e industrial dentro dos empreendimentos, e tudo isso se dá pelo modelo mental das pessoas que encontram-se inseridas nessas. O mundo vuca que é volátil, incerto, complexo e ambíguo está aí e pede agilidade, informação, reestruturação e experimentação. Para o futuro do trabalho percebe-se mudanças tecnológicas constantes, que refletem na evolução da aprendizagem e automaticamente na mobilidade de talentos. A chegada da camada de serviços vem tomando cada vez mais escala no mundo dos negócios junto de automações, data driven e experiências phygital. 

O mundo vuca fica mais enfatizado do que nunca e o mercado de trabalho está mudando constantemente e com cada vez mais velocidade. Não conseguimos mais falar de futuro, seja nas profissões ou não, sem falar de tecnologia. Algumas tendências para os profissionais dos próximos anos são: Desenvolvedor de Softwares, Big Data, Segurança da Informação, marketing, dentre outros. O fato é que a evolução vai ser cada vez mais rápida e constante, precisamos estar em aprendizado contínuo se adaptando às novas versões e oportunidades que o mundo nos apresenta.

Serendipia ou serendipidade é conhecida como a capacidade de descobrir coisas boas por acaso. Em processos criativos, existe muita serendipidade. Ela parte dos comportamentos e práticas das pessoas em constantemente estarem realizando a atividade de criar coisas novas. Isso pode acontecer desde o desenvolvimento de coisas maiores e mais elaboradas, mas até mesmo das coisas mais simples do dia a dia. Ser curioso, estar atento aos desafios existente e de maneira novas maneiras experimentar novas possibilidades de entrega, faz com que as pessoas consigam ser mais criativas. Praticar e treinar isso de forma constante, fará com que esse talento seja aprimorado cada vez mais. Nunca use a primeira ideia que vir em mente para resolver algum desafio, amplie o repertório e tenha divergência de possibilidades e ideias, para que posteriormente possa-se convergir e escolher a que mais faz sentido e supre as necessidades demandadas.