Rossandro Klinjey

Rossandro Klinjey é palestrante, escritor e Psicologo Clinico. Fenômeno nas redes sociais, seus ví­deos já alcançaram a marca de mais de cem milhões de visualizações. Autor vários de livros, sendo os mais recentes, As cinco faces do Perdão, Help: me eduque! e Eu escolho ser feliz. É consultor da Rede Globo em temas relacionado a comportamento, educação e famí­lia, no programa Fátima Bernardes, além de colunista da Rádios CBN. Foi professor universitario por mais de dez anos, quando passou a se dedicar a atividade de palestrante, no Brasil, na Europa e nos Estados Unidos.

  • • PRINCIPAIS PALESTRAS
  • • QUE EDUCAÇÃO VOCÊ ESTÁ DANDO A SEUS FILHOS?
  • • AS NOVAS EXIGÊNCIAS E PAPEIS DO LIDER
  • • SUPERANDO MEDOS E E VENCENDO OBSTÁCULOS

- Existe vida depois do casamento?
- Ser Mulher, mãe, trabalhadora e esposa. É possível manter todos esses papéis?
- Como educar uma geração que não acredita na educação como agente transformador da própria vida?
- Espiritualidade no trabalho: Mudando a forma de estar no mundo

Os pais servem de modelo não só por meio de interações diretas com seus filhos, mas através dos exemplos que estabeleceram com a sua atitude e comportamento no seio da família e no mundo exterior. Ao abordar as suas preocupações, compartilhando suas vidas, e mantendo uma perspectiva construtiva, os pais podem contribuir para o crescimento e desenvolvimento pessoal de seus filhos. Os modelos são, muitas vezes, objeto de admiração e emulação. Através de suas qualidades pessoais e realizações, os pais podem inspirar seus filhos, com a sua presença e interação regular, ao mesmo tempo em que servem como modelos consistentes na evolução emocional de seus filhos. Mas, se é inquestionável que pais e mães inspiram, não é certo que o fazem sempre de forma positiva. Seus defeitos, vícios, medos e desequilíbrios também servem de modelo para seus filhos. Ou seja, para o bem ou para o mal, seu filho irá copiá-lo. . Público alvo: pais e mães. Esta palestra tanto se aplica a realidade escolar como organizacional.

A dinâmica das sociedades sempre muda e, com ela, os papéis que ocupamos no cotidiano das organizações. O líder tem uma profunda importância na gestão de pessoas, na capacitação do capital humano, objetivando reter talentos, despertar a maturidade no indivíduo. A má gestão da liderança acarreta insucesso dos objetivos, a falha no alcance das metas e, consequentemente, o fracasso da equipe. Existe atualmente uma nova tônica no papel do líder. Ele deve ser proativo, inspirador e competente, enfatizando as vantagens do trabalho em equipe, incentivando a integração entre os membros do grupo como forma de promover e alcançar metas e resultados. Para tanto, nos dias de hoje, a liderança tem de ser objetiva e assertiva na relação com os liderados. O bom clima no trabalho e funcionários satisfeitos implicará positivamente os resultados da organização. 

Você já esteve com tanto medo de fracassar em algo que decidiu não experimentá-lo em tudo? Ou será que o medo do fracasso significa que, inconscientemente, você minou seus próprios esforços para evitar a possibilidade de um fracasso maior? Muitos de nós provavelmente já experimentou isso em um momento ou outro. O medo de fracassar pode ser paralisante- levando-nos a não fazer nada, e, portanto, resistir a avançar. Mas, quando nós permitimos o medo brecar o nosso progresso na vida, é provável que percamos algumas grandes oportunidades ao longo do caminho. Nesta palestra, vamos examinar o medo do fracasso: o que significa, o que ele faz e como superá-lo para desfrutar o verdadeiro sucesso no trabalho e na vida. Público alvo: para pessoas de todos os níveis de atuação na organização.