Ingo Hoffmann

Um dos pilotos profissionais mais bem sucedidos do automobilismo nacional. Iniciou no automobilismo em 1972. Passou por categorias européias, F-3 e F-2, até chegar a Fórmula 1, em 1976, pela equipe Fittipaldi Copersucar. Em 2005 criou uma entidade beneficente e sem fins lucrativos – o Instituto Ingo Hoffmann, que tem como missão proporcionar maior oportunidade de cura para crianças em tratamento de câncer,através de uma parceria com o Centro Infantil Boldrini de Campinas(SP), no projeto denominado “Casa de Apoio à Criança e à Família”.

  • • UMA HISTÓRIA E MUITOS "CAUSOS"

Em suas palestras, Ingo sempre faz um breve relato de “porque, como e quando” conseguiu transformar seu sonho em realidade e as categorias pelas quais passou. Erros, acertos, decisões certas e erradas, onde simula o “Jogo da vida de Ingo Hoffmann” ou o “Jogo de decisões”, comparando com a rotina de uma empresa, em que uma decisão correta implica em progresso –e uma decisão errada, pagar pelo erro cometido. Os assuntos abordados são: trabalho sob forte pressão (stress), preparo físico, determinação, organização e treinamento; sendo ilustrados como “causos” verídicos que aconteceram com Ingo Hoffmann no decorrer de sua carreira.